Adicione aos favoritos, compartilheClique no botão Opções do Artigo;

26 de janeiro de 2011

10 Dicas para elaborar um Plano de Negócios

O Plano de Negócios é utilizado em geral para apresentar um determinado negócio de investidores, obter financiamento e analisar a viabilidade. Mas também é uma ferramenta que ajuda os integrantes de uma rede - sejam eles franqueados, representantes comerciais, distribuidores, revendedores, etc. - a planejar o futuro de um negócio, realizar a gestão de indicadores, identificar oportunidades, estabelecer metas e definir as ações necessárias para atingi-las. Portanto, tem uma importância vital para o sucesso da unidade e de toda a rede.

Confira a seguir algumas dicas sobre como estruturar um Plano de Negócios:

1- Identifique os pontos-chave da gestão - tenha em mente o que você gostaria que cada integrante da rede analisasse e trabalhasse para realizar a gestão de sua respectiva unidade nos próximos 12 meses. A partir disso, crie um formulário em que os campos que o gestor da unidade vá preencher representem os aspectos básicos da administração do negócio. Ou seja, pergunte quais são os objetivos do Plano, peça para que ele analise a concorrência, as ações de marketing, as oportunidades, os pontos fortes e fracos do negócio, entre outros aspectos.

2-Defina os indicadores de desempenho - só é possível melhorar o que pode ser medido. Portanto, é essencial que o gestor da unidade acompanhe todos os indicadores de desempenho do seu negócio.
Para o Plano de Negócios, defina até cinco indicadores essenciais ( ticket médio, conversão de clientes, etc.). Isso ajudará a focar a análise.

3- Faça acontecer - Com base nas informações do Plano de Negócio, é necessário que o gestor elabore um plano de ações, ou seja, um roteiro com as atividades a serem realizadas no trimestre para alcançar os objetivos planejados, definido prazos e responsáveis.

4-Compartilhe os objetivos e as diretrizes da empresa - oriente o gestor a preencher o seu Plano de Negócios. Ao fazer parte de uma rede, o empresário conta com a experiência da detentora do negócio, seja ela franqueadora ou não. Diga quais são os objetivos da rede, a missão e os valores da empresa, forneça informações sobre o mercado em que atua, descreva em detalhes a essência do negócio, afinal, é imprescindível que o Plano de Negócios do gestor da unidade esteja em linha com as diretrizes gerais da empresa e que as duas partes tenham objetivos em comuns.

5- Capacite a equipe interna - é necessário que toda a equipe da rede envolvida na gestão de canais conheça a fundo o Plano de Negócios, consiga discuti-lo e analisá-lo. Esses profissionais serão os multiplicadores desse trabalho junto aos integrantes da rede.

6- Incentive a comunicação entre os gestores das unidades e duas equipes - oriente o gestor da unidade a compartilhar com toda sua equipe os objetivos estabelecidos e as ações necessárias para alcançá-los. Dessa maneira, será possível engajá-los constantemente na busca por resultados.

7- Acompanhe a realização do plano de ações - é muito importante o acompanhamento da empresa junto às unidades da rede na realização do plano de ações. O preenchimento e a análise do Plano de Negócios só fazem sentido se forem transformados em ações reais.

8- Atualize e monitore periodicamente as definições do Plano - alguns pontos precisam ser atualizados mensalmente e monitorados pelo gestor da unidade e pela empresa (como indicadores de desempenho e financeiros, concorrência, entre outros). Além disso, é necessário ajustar o plano de ações sem nunca perder o foco dos objetivos traçados.

9- Divulgue as informações para toda a rede - consolide as informações de todas as unidades recebidas através dos Planos de Negócios, e divulgue os indicadores de performance gerais da rede. Eles servem de parâmetro para que cada unidade compare e avalie o seu desempenho, sabendo então que indicadores devem ser melhorados.

10- Refaça o Plano de Negócio anualmente - ao término dos 12 meses do primeiro Plano de Negócios, é necessário refazê-lo, definindo novamente as diretrizes a empresa e das unidades, bem como os objetivos, as oportunidades de mercado, os desafios a serem superados e tudo o mais.

O Plano de Negócios é uma forma de tornar o planejamento parte do dia-a-dia das unidades, integrando-as ao planejamento da empresa. A experiência nos mostra que, com o uso dessa ferramenta, é possível alcançar melhores resultados para toda a rede.

Fonte: Como vender mais e melhor.